terça-feira, 20 de dezembro de 2011

AMAURY JR. FALA DO SEU LIVRO "PRIVATARIA TUCANA"

Ele explica que não conseguia publicar muitas de suas matérias no O Globo, porque o veículo está ligado ao tucanato e em virtude de seu colega diretor de redação (que ganhou o Prêmio Esso com ele) ser assessor do José Serra.
http://www.youtube.com/watch?v=ufUjcYOY_iE

PODEROSOS QUEREM TRANSFORMAR TERRAS AFRICANAS EM PRODUTORAS DE COMBUSTÍVEL

Plantio voltado para biocombustíveis é a principal causa da alta explosiva nos preços de alimentos


Poderosos norte-americanos, europeus e japoneses continuam seu antigo processo de dilapidar a África e seu povo, desta vez usando o solo africano para produzir biocombustíveis em todo o continente - o que representa uma ameaça para os africanos e o mundo inteiro (em termos de alimentação).A Prokon (alemã) iniciou o plantio em grande escala de Jatropha curcas, ricas em óleo, esperando cultivar 200 mil hectares na Tanzânia (área do tamanho de Luxemburgo). 11 milhões de hectares em Moçambique (mais de um sétimo do território total do país) estão sendo disputados por financistas dos Estados Unidos, Canadá, Holanda, Noruega, Inglaterra, Suécia, Alemanha e Japão),  e o governo da Etiópia disponibilizou 24 milhões de hectares para os estrangeiros. Em Gana, a empresa Biofuel Africa (norueguesa) vai cultivar 38 mil hectares, e a Sun Biofuels voltou-se para Etiópia e Moçambique. A Kavango BioEnergy (inglesa) vai investir na Namíbia. Outras firmas ocidentais  voltam-se para Maláui e Zâmbia, onde pretendem produzir biodiesel e etanol a partir da Jatropha curcas, do óleo de palmeira e da cana-de-açúcar.   Segundo especialistas, até 75% do aumento dos preços dos alimentos pode ser atribuído a esta mudança do tipo de lavouras cultivadas.




segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

CPI VAI INVESTIGAR DENÚNCIAS DO LIVRO "PRIVATARIA TUCANA"

Serra e FHC serão chamados a depor
O deputado Protógenes Queiroz conseguiu reunir 250 assinaturas (muito mais que as necessárias)para instalar uma CPI em Brasília, que vai investigar as denúncias contidas no livro "Privataria Tucana", do jornalista Amauri Jr. Segundo Protógenes, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o seu ex-ministro da Saúde José Serra, criador da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) serão convocados a depor. 
http://correiodobrasil.com.br/serra-e-fhc-estao-na-mira-da-cpi-da-privataria-que-preve-o-depoimento-de-ambos/344431/

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

PRIVATARIA TUCANA: LIVRO DENUNCIA OS ABUSOS NAS PRIVATIZAÇÕES




O livro “A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr., que esgotou os 15 mil exemplares em apenas um dia e gerou enorme repercussão na internet, relata abusos e irregularidades durante as privatizações de empresas públicas no governo de Fernando Henrique Cardoso. O personagem central dessa história é José Serra, então ministro de FHC, que criou a ANVISA (Agência Nacional de Vivilância Sanitária), usando-a para vigiar a vida de funcionários públicos. Trecho do livro:



..."no núcleo de inteligência montado por Serra, então ministro da Saúde, dentro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Com o nome de Gerência Geral da Secretaria da Anvisa, o núcleo, comandado por Itagiba, nasceu com o propósito anunciado de esquadrinhar os laboratórios acusados de fraudar os medicamentos genéricos. Era porém um pretexto. Serra dissolveu o agrupamento um ano depois que a imprensa revelou que funcionários públicos estavam tendo suas vidas bisbilhotadas dentro do Ministério. A nomeação e a demissão de um agente do extinto Serviço Nacional de Informação (SNI) por Serra estão documentadas no Diário Oficial da União "

Livro em pdf:



     



quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

BRASIL NÃO CONSULTA O POVO SOBRE TRANSGÊNICOS, AFIRMA BIÓLOGO FRANCÊS

 Num claro abuso de poder, "a  legalização dos transgênicos no país foi feita por decretos, sem ser acompanhada de debates públicos", constata o biólogo francês Giles Ferment, ex- consultor do Ministério do Desenvolvimento Agrário no Brasil. Leia sua entrevista em:

sábado, 26 de novembro de 2011

RADARES PODEM ESTAR CAUSANDO ACIDENTES NO TRÂNSITO

Dentro da sanha arrecadatória que se convencionou chamar, em muitas partes do mundo de “indústria de multas”, a Prefeitura de São Paulo espalhou por toda cidade radares e “marronzinhos” que distraem o motorista do trânsito, aumentando terrivelmente seu estresse. Como consequência, em vez de o tráfego melhorar, o trânsito mata mais que homicídios na Capital.

http://brasil.indymedia.org/pt/blue/2011/12/501075.shtml
http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/tr%c3%a2nsito-matou-572-pessoas-a-mais-que-homic%c3%addios

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

ANEEL LESA POVO BRASILEIRO EM 7 A 8 BILHÕES

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e as empresas de eletricidade lesaram o povo brasileiro em 7 a 8 bilhões de reais, cobrados a mais nas contas de luz dos cidadãos e empresas, desde 2002. A agência decidiu que as distribuidoras não precisarão devolver o dinheiro, porque isso “provocaria instabilidade regulatória no setor”. “Estamos diante de umas maiores barbaridades regulatórias da histórias do estado brasileiro. Esse dinheiro precisa ser devolvido”, diz Carlos Cavalcante,da Fiesp. Na Câmara tramita um projeto de decreto legislativo (10/2011) que anula a decisão da Aneel e obriga as concessionárias a devolver os valores.
http://blogs.estadao.com.br/advogado-de-defesa/energia-pagamos-r-8-bi-a-mais-e-conta-continua-errada/

terça-feira, 8 de novembro de 2011

FLÚOR: HISTÓRIA DESTE ABUSO DE PODER CONTRA O POVO

O flúor colocado na água servida à população não é o natural, mas resíduo tóxico de produção industrial, como mostra este incrível documentário da Natural News (dublado em português). Ele mostra como a fluoretação da água foi imposta a populações pelo poder econômico, que resolveu livrar-se de lixo tóxico, vendendo-o aos governos como "remédio" para colocar no abastecimento público de água. Na Europa, em 97% dos países, a colocação de flúor na água é proibida, mas nos Estados Unidos, Brasil e América Latina este abuso é OBRIGATÓRIO!

http://www.youtube.com/watch?v=3w1aV_q8Mps

BANCOS DOS EUA "EM RISCO DE QUEBRA"

  Abarrotados de papéis sem valor (chamados “produtos financeiros derivativos”), os bancos dos EUA "correm risco de quebra generalizada", segundo notícia veiculada pelo CORREIO DO BRASIL, com base em economistas que escrevem anonimamente para a página Zero Hedge.A dívida dos EUA é de 14,4 trilhões; o Produto Interno Bruto do mundo é US$ 62 trilhões; mas existem 250 trilhões em  derivativos nos bancos dos EUA.Dessa montanha de papéis inúteis, os quatro maiores bancos detêm 94.4%: JPMorgan Chase, CitiBank Bank of America e Goldman Sachs. E em caso de falência, quem cobre  estes derivativos? Na prática o caso Lehman (o banco falido em 2008) ensina-nos que por cada dólar de contrato será muito se recuperar US$ 0,20.

Leia na íntegra em
CORREIO DO BRASIL, Rio de Janeiro,Ano XI - Número 4328

http://correiodobrasil.com.br/economistas-anonimos-revelam-novo-risco-de-quebra-generalizada-na-banca-norte-americana/324069/












terça-feira, 1 de novembro de 2011

domingo, 30 de outubro de 2011

EMENDA CONSTITUCIONAL LIBEROU PODER FINANCEIRO NO BRASIL

A Constituição Federal do Brasil de 1988 limitou drasticamente o poder econômico-financeiro, ao estipular que a cobrança de taxas de juros superiores a 12% ao ano seriam crime de usura. Porém, a emenda constitucional nº 40, de 2003 revogou este e outros incisos, para gáudio de todos que vivem da especulação no país. Saiba tudo sobre esse abuso de poder no artigo a seguir (e o que você pode fazer para consertar situações como essa):


 Ver Constituição de 1988 cortada em
 8 :http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm

sábado, 29 de outubro de 2011

PODER ECONÔMICO TRANSFORMA EDUCAÇÃO EM COMÉRCIO

Este artigo, publicado em meu país,Portugal, com o título de  "Da indústria da morte à comercialização da educação" mostra bem o abuso daqueles que só pensam em lucros acima da cultura e civilização e que, infelizmente, dominam o mundo de hoje, pelo menos até que o povo recupere a real democracia (governo do povo, pelo povo e para o povo) .

Mensagem enviada por Oscar Segurado, São Paulo, Capital.



 

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

A MAIOR FRAUDE DA HISTÓRIA - OS BANCOS CENTRAIS E A CRISE MUNDIAL

O principal abuso de poder acredito que seja o dos banqueiros e especuladores sobre as nações do mundo. Este artigo, do advogado e professor da FGV Nehemias Gueiros, traz incríveis revelações sobre a usura (juros) na história do empobrecimento das nações e a crise econômica mundial de hoje.
"A Maior Fraude da História. A verdade sobre os Bancos Centrais. O poder dos 'moneychangers' e a crise econômica mundial de 2008 (reficação) por Nehemias Gueiros, Jr.

http://jusvi.com/artigos/36376/1

Postado por Roberto Silvano, São Paulo, Capital

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

PODER ECONÔMICO DESTRÓI A MEDICINA E A SAÚDE DO POVO

Os abusos do poder econômico-financeiro (farmacêuticas, interessadas unicamente nos lucros) "transformam os hospitais em fábricas, e consultas médicas em transações econômicas",afirmam dois médicos britânicos, Pamela Hartzband e Jerome Groopman´, em um artigo no conceituado New England Journal of Medicine.Embora o problema seja antigo, é preciso denunciar e dar um basta nessa situação que prejudica e mata a população brasileira e mundial.Leiam em:

http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=medicina-reduzida-questoes-economicas&id=7051

Denúncia de abuso do poder postada por Edinilson T., São Paulo, Capital





 

terça-feira, 25 de outubro de 2011

FEIJÃO TRANSGÊNICO: ALGUÉM PERGUNTOU SE NÓS QUEREMOS?

Os brasileiros, desde que eu me conheço por gente, sempre comeram, sobretudo no sul: arroz, feijão  e outras misturas: peixes, carne, ovos, saladas etc. Essa dieta sempre foi considerada pelos nutricionistas uma das melhores e mais balanceadas do mundo. Gerações e gerações de brasileiros cresceram e viveram com saúde comendo isso. Pois bem: agora essa dieta secular está ameaçada.  Os tecnocratas, cientistas loucos, e  os gananciosos do poder econômico querem nos enfiar goela abaixo o feijão transgênico. Com apoio dos agronegócios da vida, claro.  Alguém consultou o povo para saber se ele aprova isso? Não. A autorização foi aprovada na surdina, sem muito espalhafato, por 15 (eu disse QUINZE) técnicos burocratas do CTNbio. Quinze pessoas decidem num gabinete do DF o que o Brasil inteiro vai comer! Como é possível isso? Quem lhes deu esse direito? Sabe-se muito bem os benefícios que o feijão natural traz a todos. Porém, nada se sabe dos efeitos que os alimentos adulterados terão sobre nós e nossos filhos e netos.  Oh, senhores do poder, calma lá! Isso precisa de um plebiscito, de um referendo da população! Alguém perguntou ao povo se nós queremos comer alimentos antinaturais? Estão mexendo no nosso prato diário. Que história é essa? Conforme a notícia, não se sabe que efeitos esse alimento Frankenstein vai gerar em nosso organismo. Pelo princípio da precaução, é melhor estudar muito antes de ir impingindo isso à população.  Senhores políticos, técnicos do Emprapa e CTNbio, vocês não têm o direito de impingir essa deformação alimentar ao povo brasileiro. Vocês não estão aí em cima para servir a ganância do poder econômico-financeiro, que não para de financiar pesquisas do gênero, para controlar a produção e o consumo de alimentos. Vocês não estão aí para servir o poder, mas o povo. E o povo não engole mais, nem esse feijão adulterado, nem as outras adulterações que o interesse de lucro, a ganância, a avareza e a corrupção do poder econômico querem nos impingir.. Ouçam o povo enquanto é tempo. Este é que tem de fazer as leis e vigiar o poder, para que não façam, na calada da noite, na surdina, aprovações de monstros alimentares como esse. Os movimentos mundiais dos povos, exigindo democracia direta e participativa já, como Occupy Wall Street e congêneres no planeta não estão aí para brincadeiras. Chega de abusos, chega de grupinhos de acadêmicos e tecnocratas  decidindo tudo. Vejam aqui as tristes notícias que li e me indignaram contra esse abuso, esse autoritarismo, essa ditadura da tecnocracia:




Denúncia de abuso de poder enviada por C.N., São Paulo, Capital


domingo, 23 de outubro de 2011

FINALIDADE PRIMORDIAL DA ANVIP

A finalidade desta agência, que terá  como rede de informação e pesquisa o próprio povo,  é fazer cumprir a verdadeira democracia, que significa: poder do povo, pelo povo e para o povo. Ou seja, é o povo que deve fazer leis para vigiar e controlar os poderosos e não só estes fazerem as leis, como fazem,  para controlar quem não precisa ser controlado: os cidadãos que vivem, estudam e trabalham normalmente no país. E cada lei nova fundamental deve passar por referendo da população – isso é democracia direta e participativa, que implica também em rever leis que prejudicam a população.


O cidadão brasileiro paga juros extorsivos, que no passado eram considerados  crime de agiotagem, bebe flúor na água, proibido em outros países, consome agrotóxicos nos alimentos (é o campeão no uso dos venenos agrícolas), é obrigado a tomar vacinas criticadas mundialmente, a se expor a radiatividade que está sendo abandonada em países adiantados da Europa, respira poluição atmosférica devido ao uso de energia poluente, tem de pagar pedágios achacantes em praticamente todas as estradas, é obrigado a estudar em escolas de baixíssima qualidade, enfrenta o estresse da insegurança e violência – tudo isso para dar lucros ao poder econômico (bancos, farmacêuticas, petróleo, usinas nucleares etc.).


Enquanto o povo é cheio de obrigações, o poder econômico tem toda a permissividade para  extorquir a população. Mas agora, no mundo inteiro, os povos se mobilizam inflexivelmente chegou a hora da mudança, de desvirar essa situação, e devolver ao povo o poder que lhe foi usurpado, roubado, pelos poderosos do poder econômico-financeiro.


Chegou a hora dos 99% (o povo) denunciar, vigiar e controlar o 1% de poderosos. Participe, vigie, denuncie n o email anvip2011@gmail.com Você faz a diferença.